Za studioZa studio

TRANSGENDER CENTER BRAZIL

      

 

DIRETOR TÉCNICO:

DR JOSÉ CARLOS MARTINS JÚNIOR CRMSC 18281

Corpo

Mastectomia

A cirurgia de mastectomia para transição de pessoas do sexo feminino para o masculino é um  procedimento que consiste na ressecção das glândulas mamárias, com excedente de pele ou não,  afim de adequar o paciente para o gênero que lhe cabe.

O pré operatório consiste em exames de laboratório, sangue e urina, e de imagens, tais como RX de tórax e ultra som de mamas e/ou mamografia, associado ao laudo psiquiátrico e/ou psicológico  para tal finalidade.

 A duração do procedimento é entre duas a quatro horas com a retirada de drenos para aspirar pequenas coleções de sangue que se acumulam no sítio cirúrgico entre dois a quatro dias. 

A alta hospitalar é no dia seguinte a cirurgia, o paciente fará uso de antibiótico, analgésico e anti inflamatório, utilizará uma faixa de contenção no local. Pontos cirúrgicos serão retirados em até quinze dias.

Em relação ao retorno no trabalho, a depender da ocupação, poderá se dar à partir de uma semana ou mais, dirigir com dez dias (veículos com direção assistida), atividades físicas leves e progressivas em um mês e exposição solar com dois meses.

As técnicas cirúrgicas são basicamente três e a indicação vai depender do tamanho das mamas.

  • Para mamas pequenas e médias, poderemos indicar a técnica areolar semi circular, quando não há necessidade de ressecção de pele ou circular, quando a ressecção da mesma se faz necessário.
  • Nos casos de mamas grandes, a técnica resultará em uma cicatriz no sulco mamário e as aréolas terão que ser enxertadas. O inconveniente desta técnica é a perda da sensibilidade das mesmas.

Para um resultado satisfatório, minimizando ao máximo os riscos que todas as cirurgias carregam consigo, os pacientes deverão ser assistidos por uma equipe médica treinada, preocupadas com o bem estar físico e mental do paciente e hospitais adequados para o procedimento.

Prótese de Panturrilha

A cirurgia para aumento das panturrilhas, em relação a sua circunferência, é conseguida pela inclusão de próteses de silicone. O músculo gastrocnêmico, localizado nesta topografia, pode ser hipertrofiado pela musculação, porém é um músculo difícil de se ganhar projeção, temos alguns pacientes que por mais que se exercitem não conseguem ganhos e somente com a cirurgia terão um resultado satisfatório.

A incisão é localizada na face posterior do joelho, nas dobras naturais que ali já existem. O cirurgião confecciona uma loja no plano abaixo da fáscia muscular e ali implanta a prótese. Não causa dificuldade para andar, se exercitar, há um leve incômodo no início que logo desaparece. Utiliza-se uma meia compressiva por um mês.

O paciente poderá receber alta no mesmo dia ou com um dia de internação. A anestesia é a peridural ou geral. É um procedimento que traz muita satisfação ao paciente, tanto para mulheres quanto homens, pelo resultado imediato que oferece.

 

Prótese de Mama

O procedimento conhecido como mamoplastia de aumento ou comumente denominado como cirurgia de prótese mamária foi idealizado para aumento das mamas, tanto de uso estético como para reparações, sendo que o Brasil é o segundo país no mundo onde mais se realiza este tipo de operação.

As próteses são confeccionadas por silicone, possuem formas redondas ou ovais e diferentes tamanhos, que podem variar de 100 ml até por volta dos 600 ml, utilizados de acordo com a necessidade.

Após uma avaliação do caso, são solicitados exames pré operatórios que, se estiverem dentro da normalidade, indicam que o paciente possa ser submetido ao procedimento. São tirados fotos pré operatórias para posterior comparação dos resultados.

A internação é de 1 dia, anestesia comumente utilizada é a geral, podendo, em alguns casos selecionados, se optar pela anestesia local mais sedação ou peridural torácica, a depender da avaliação do médico anestesista. A incisão escolhida na pele pode variar desde ao longo do sulco mamário, média de 5 cm, na região peri areolar ou pela axila, sendo que a prótese pode ser colocada tanto na frente do músculo peitoral com atrás dele.


Após receber alta hospitalar, necessita-se utilizar soutien específico e se ausentar do sol por dois meses, além de manter repouso relativo e volta gradual as atividades, como trabalho (1 semana), dirigir (10 dias) e atividades físicas (1 mês).

O procedimento não traz problemas para amamentação futura nem para exames periódicos das mamas.

Com todos estes cuidados, os resultados e a satisfação que representam ao paciente são muito bons. 


A cirurgia de colocação de implantes de silicone em mamas de pacientes transgêneros (masculino/feminino) possui algumas particularidades que deverão ser observadas pelo cirurgião plástico, quando comparadas a pessoas cis , sob o risco de resultado estético indesejável, se não seguidas! 

Algumas pacientes não utilizam hormônios, outras fazem o uso destas medicações, porém a hipertrofia da glândula mamária que se deseja obter, costuma ser de pequena monta, portanto para o resultado mais natural possível, agradável, menor índice de contratura capsular, é importante  que o implante seja colocado no plano retro muscular, ou seja, abaixo do músculo peitoral. 


Nota-se também que as aréolas ficam mais centralizadas no ápice das mamas quando utilizado o plano cirúrgico retro muscular. Na via supra muscular, as aréolas tendem a ficar mais divergentes, lateralizadas.

As vias de acesso para colocação dos implantes mais utilizadas são a via do sulco mamário (maioria dos casos) ou a via axilar.

A via areolar geralmente não é utilizada, pois as aréolas costumam ter o diâmetro menor que quatro centímetros, o que não inviabiliza, mas dificulta a colocação dos implantes no plano escolhido.


Com todos estes cuidados, buscando profissionais adequados, cientes das particularidades que os pacientes transexuais possuem, dedicação da equipe médica, a atenção pela segurança de todo o processo e a harmonia estética desejada, os resultados e a satisfação que representam ao paciente, costumam ser muito bons!

Assista ao vídeo:

Lipoaspiração

A lipoaspiração é uma das cirurgias mais realizadas pelos cirurgiões plásticos no mundo. Foi criada por um médico francês, consistindo basicamente em se infiltrar no local a ser operado uma solução contendo anestésico e soro fisiológico, entumescendo (inchando) as células gordurosas e na sequência, por meio de cânulas especiais de vários tamanhos e diâmetros, que estão diretamente ligados a uma seringa específica ou um lipoaspirador, fazer a sucção desta gordura. É indicada para melhorar o contorno corporal; com isto, o cirurgião conseguirá melhor definição da região a ser operada.

Os locais que podem ser lipoaspirados são diversos; mais frequentemente são o abdome, costas e coxas e o limite de retirada da gordura é de no máximo 7 % do peso corpóreo. Solicitam-se exames pré-operatórios e após uma avaliação médica, se programa o procedimento, que será realizado obrigatoriamente em ambiente hospitalar. A cirurgia é realizada com anestesia peridural, também podendo ser utilizada a anestesia geral e o tempo de duração é variável. Pequenas incisões de 5 milímetros são posicionadas em locais estratégicos, para ficarem camufladas, sendo por onde se entram com as cânulas. O paciente recebe alta hospitalar no mesmo dia ou no seguinte.

Após uma semana, pode-se retornar as atividades escolares e/ou profissionais e em 1 mês, iniciar atividades físicas. É necessário utilizar cinta compressiva, realizar drenagem linfática e se afastar do sol por dois meses. O inchaço residual em até seis meses regride por completo.

Pacientes transexuais muito se beneficiam deste procedimento.

Consulte-nos para mais informações.

Assista ao vídeo:

Prótese de Glúteo

A cirurgia de gluteoplastia consiste na introdução de um par de próteses de silicone, que podem ser lisas ou texturizadas, em uma loja confeccionada pelo cirurgião entre o músculo glúteo maior. O intuito desta cirurgia é melhorar a projeção da região glútea. A incisão é posicionada no sulco inter glúteo, por volta de cinco cm. Com esta única abordagem, incluem-se as próteses bilateralmente. Há alguns volumes de prótese de silicone disponíveis,  muito similar à utilizada nas mamas, porém com algumas particularidades que as diferem. O cirurgião saberá indicar o melhor tamanho em relação ao biótipo da paciente e sua expectativa.


A lipoaspiração da região sacral e flancos podem se associadas.

A internação é de um dia, a anestesia pode ser peridural ou geral, a paciente tem que dormir de bruços e evitar sentar-se por quinze dias. Utiliza-se uma malha compressiva por dois meses.

A região glútea não poderá mais receber injeções intramusculares, com o risco de perfuração das próteses.

As pacientes transgêneros se beneficiam muito deste tipo de técnica, pois ajudar a feminilizar uma parte muito importante do corpo.

Consulte-nos para maiores informações.

Assista ao vídeo: