Za studioZa studio

TRANSGENDER CENTER BRAZIL

      

 

DIRETOR TÉCNICO:

DR JOSÉ CARLOS MARTINS JÚNIOR CRMSC 18281

Mastectomia

A cirurgia de mastectomia para transição de pessoas do sexo feminino para o masculino é um  procedimento que consiste na ressecção das glândulas mamárias, com excedente de pele ou não,  afim de adequar o paciente para o gênero que lhe cabe.

O pré operatório consiste em exames de laboratório, sangue e urina, e de imagens, tais como RX de tórax e ultra som de mamas e/ou mamografia, associado ao laudo psiquiátrico e/ou psicológico  para tal finalidade.

 A duração do procedimento é entre duas a quatro horas com a retirada de drenos para aspirar pequenas coleções de sangue que se acumulam no sítio cirúrgico entre dois a quatro dias. 

A alta hospitalar é no dia seguinte a cirurgia, o paciente fará uso de antibiótico, analgésico e anti inflamatório, utilizará uma faixa de contenção no local. Pontos cirúrgicos serão retirados em até quinze dias.

Em relação ao retorno no trabalho, a depender da ocupação, poderá se dar à partir de uma semana ou mais, dirigir com dez dias (veículos com direção assistida), atividades físicas leves e progressivas em um mês e exposição solar com dois meses.

As técnicas cirúrgicas são basicamente três e a indicação vai depender do tamanho das mamas.

  • Para mamas pequenas e médias, poderemos indicar a técnica areolar semi circular, quando não há necessidade de ressecção de pele ou circular, quando a ressecção da mesma se faz necessário.
  • Nos casos de mamas grandes, a técnica resultará em uma cicatriz no sulco mamário e as aréolas terão que ser enxertadas. O inconveniente desta técnica é a perda da sensibilidade das mesmas.

Para um resultado satisfatório, minimizando ao máximo os riscos que todas as cirurgias carregam consigo, os pacientes deverão ser assistidos por uma equipe médica treinada, preocupadas com o bem estar físico e mental do paciente e hospitais adequados para o procedimento.